Língua:

Análises

A Conservação Estratégica apoia conservacionistas locais na utilização de ferramentas da economia que os permitam encontrar soluções inteligentes e eficientes para os problemas ambientais mais urgentes. Desde a sua criação, a CSF conduziu dezenas de estudos sobre ambientes florestais, fluviais e costeiros. A maior parte dos nossos projetos é focada nos Trópicos, pois estes apresentam níveis extraordinários de biodiversidade. Para maximizar a influência e a qualidade dos nossos estudos, nós envolvemos profissionais de renome e organizações conservacionistas em todos os projetos.

Reserva de Paracas

A reserva nacional de Paracas, no Peru é lar de diversas espécies de leões marinhos, lontras, vast anchovetta schools, patola-de-pés-azuis, Inca terns, flamingos, pelicanos, golfinhos e um grande número de molusco vieira. Essa imensa reserva tem sido amparada nos últimos anos por voluntários da guardaflorestal do parque, os quais trazem estudantes para manutenção da área protegida, limpeza das praias e promoção ao alcance das comunidades vizinhas. Apesar de muitas contribuições o financiamento para este programa é sempre uma questão de dúvida. Em 2000, a graduada do curso promovido pela CSF, Cecília Rivas, bióloga e agora professora da Universidade Ignacio de Loyola, no Peru, utilizou-se das habilidades aprendidas com o CSF para avaliar o valor da atividade dos voluntários. Ela realizou uma análise de custo-benefício e descobriu que um investimento anual de $ 8000 em voluntários produziria mais que $ 32.000 em benefícios. Os benefícios são uma combinação de serviços para proteção da área e educação para os voluntários.

A CSF subsequentemente apoiou Cecilia e o prgrama Biofor, financiado pelo USAID, na pesquisa dos benefícios de conservação do rico esterco de aves marinhas nas ilhas e pontos ao longo da costa do Peru.