Língua:

Análises

A Conservação Estratégica apoia conservacionistas locais na utilização de ferramentas da economia que os permitam encontrar soluções inteligentes e eficientes para os problemas ambientais mais urgentes. Desde a sua criação, a CSF conduziu dezenas de estudos sobre ambientes florestais, fluviais e costeiros. A maior parte dos nossos projetos é focada nos Trópicos, pois estes apresentam níveis extraordinários de biodiversidade. Para maximizar a influência e a qualidade dos nossos estudos, nós envolvemos profissionais de renome e organizações conservacionistas em todos os projetos.

Guia de Mecanismos de Financiamento para apoio de gestão e implementação de Áreas Protegidas locais e outras medidas de conservação

A Conservação Estratégica (CSF-Brasil) está produzindo um guia com informações que contribuam para captação de recursos financeiros a serem utilizados na gestão ou implementação de áreas protegidas a nível local.

Áreas protegidas contribuem para conectividade ecológica e para a proteção da biodiversidade. Além disso, a nível local, são necessárias para o desenvolvimento sustentável da cidade e a provisão de serviços ecossistêmicos essenciais, como acesso a água potável, proteção contra desastres e espaços de lazer. Porém, a criação e gestão destas áreas são grandes desafios para governos, principalmente no âmbito de recursos financeiros.

A realização deste projeto tem o objetivo de ajudar os governos locais a identificar e acessar os mecanismos ideais para captação dos recursos necessários para manutenção das áreas protegidas. O gui irá destacar os mecanismos financeiros mais relevantes que atuam no Brasil, associados as leis que os regulam. Além disso, haverá informações sobre as vantagens e desafios de cada mecanismo, com descrição de possibilidades para aplicação, limites de seu uso e um breve histórico contendo casos de sucesso. Dessa forma, cada gestão municipal poderá entender e escolher os mecanismos que melhor se aplicam a sua realidade. O guia será ao final de sua produção distribuído para os envolvidos na gestão de áreas protegidas ao redor do Brasil.

Este projeto é financiado pela Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit GmbH (GIZ), no âmbito do projeto Áreas Protegidas Locais, que abrange regiões a serem preservadas no Brasil, Colômbia, Equador e Peru. O intuito é contribuir com os governos locais para que tenham melhores condições de conservar a biodiversidade, a partir do desenvolvimento de novas ferramentas de apoio.

Photo: Quati sul-americano

Photo credit: D Coetzee/ Flickr.com