Língua:

News

A CSF apresenta os resultados sobre a viabilidade econômica de negócios da biodiversidade na Amazônia Brasileira

economic feasibility sustainability businesses biodiversityAmazonas native. © Fernanda Preto 

Após cinco anos de trabalho com comunidades indígenas e ribeirinhas na Amazônia, a CSF-Brasil concluiu recentemente um estudo sobre a viabilidade de negócios da biodiversidade na região. Os resultados do estudo foram sistematizados na publicação, Viabilidade Econômica de Negócios Sustentáveis da Biodiversidade em Áreas Protegidas: lições e recomendações. O estudo foi apresentado no dia 25 de Março de 2015, no workshop Paisagens Sustentáveis: integrando desenvolvimento rural e conservação ambiental organizado pelo Instituto Internacional para Sustentabilidade (IIS), no Rio de Janeiro, e no dia seguinte em uma oficina sobre alternativas de transporte para a produção castanheira com os povos indígenas Paiter-Suruí, Gavião e Arara, no município de Cacoal, Rondônia. Ambos eventos abriram um espaço para que representantes de comunidades indígenas e outros atores reflitam sobre os resultados desse estudo.

economic feasibility sustainability businesses biodiversityA Fernanda R. P. Alvarenga da CSF apresentou a publicação para os representantes dos povos Paiter-Surui, Gavião e Arara.

Em 2004, o governo Brasileiro lançou o Plano para Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia (PPCDAm), cujo objetivo é a promoção dos negócios sustentáveis como estratégia para a preservação da biodiversidade. Desde então, muitos esforços se somaram para apoiar esses negócios na superação de seus gargalos.

É nesse âmbito que a CSF coletou dados, de forma participativa com as comunidades, para poder realizar análises financeiras sobre diversas Atividades Produtivas Sustentáveis (APS) e elaborar um plano de negócio para cada atividade. Em seguida, foram sistematizados os dados sobre sete APS baseadas no uso sustentável da biodiversidade em Terras Indígenas e Reservas Extrativistas, como extrativismo de castanha-do-brasil, manejo madeireiro, pesca artesanal marinha e de pirarucu e turismo. Também foram apresentados indicadores de viabilidade de investimentos, tais como Valor Presente Líquido (VPL), Taxa Interna de Retorno (TIR) e Payback Descontado, assim como estimativas de renda bruta e líquida por família ou comunitário.

Além dos dados econômicos, este estudo também provê recomendações para comunidades, governos e organizações não-governamentais sobre como recursos podem ser investidos para maior rentabilidade dos negócios sustentáveis, que são de extrema importância para a conservação da biodiversidade e manutenção dos serviços ambientais. 

economic feasibility sustainability businesses biodiversityA Camila Jericó-Daminello da CSF apresentou os resultados da publicação no workshop no Rio de Janeiro, RJ.

Para maiores informações e download do nosso estudo acesse nosso site aqui.