Língua:

Pressupostos fundamentais e como a Hidro Calculadora funciona

A ferramenta calcula o valor presente líquido (VPL) de um investimento de usina hidrelétrica com base em custos e benefícios ao longo de um período de 50 anos. Muitas barragens duram mais tempo do que isso, mas o seu VPL não é significativamente influenciado por fluxos de caixa em um futuro distante. A ferramenta assume que barragens entram em operação no primeiro ano após a construção estar completa. Os custos de operação e manutenção anuais são calculados como 4% dos custos de construção. Não são considerados custos de reinvestimento significativos uma vez que a barragem está operacional. Custos e benefícios futuros são descontados a uma taxa de desconto econômica inseridos pelos usuários.

Nesta versão do modelo, os preços financeiros e econômicos são assumidos como os mesmos. Em outras palavras, os fatores de conversão financeiro-econômico são assumidos como igual a 1. Está simplificação pode distorcer os resultados substancialmente se os preços dos insumos ou o preço da energia estão distorcidos. Futuros lançamentos terão fatores de conversão mais precisos. Sugestões de usuário em fontes confiáveis ​​e específicos de cada país para os fatores de conversão são bem vindas.

A ferramenta calcula as emissões de dióxido de carbono com base no conteúdo médio global de carbono para diferentes tipos de vegetação. Um valor de US$5 por tonelada de C02e é utilizada para todos os países. Dióxido de carbono equivalente é calculado utilizando o modelo de perda de biomassa (Biome Carbon Loss), que considera emissões de metano e dióxido de carbono da superfície do reservatório. Ele não inclui as emissões de metano "gaseificadas" quando o metano atinge turbinas e estruturas a jusante. Estas emissões podem ser 50% ou mais do total, mas são omitidos na Hidro Calculadora devido à sua extrema variabilidade. O modelo calcula as emissões líquidas, o equivalente às emissões da represa menos gases de efeito estufa a partir de fontes alternativas de uma quantidade equivalente de eletricidade. Estas fontes representam o mix de curto prazo das fontes em cada um dos países para os quais temos informações. Emissões líquidas podem ser negativas para barragens com grande geração de energia em relação ao seu tamanho do reservatório e / ou vegetação escassa para cobrir a terra inundada. Emissões líquidas negativas também são mais propensas onde a fonte alternativa de energia elétrica é uma planta que queima combustíveis fósseis.

As pessoas deslocadas e área inundada por MW é uma relação simples dos valores fornecidos pelo usuário. Contabilidade mais detalhada dos custos ambientais e sociais está além do escopo desta versão do modelo.

Leia um resumo de uma palestra sobre os impactos ambientais de hidrelétricas na Amazônia.
Leia um artigo intitulado Unlearned Lessons for Hydroelectric Development in Amazonia.