Idioma:

News

Negócios Sustentáveis na Amazônia Brasileira

Algumas atividades econômicas desenvolvidas por populações tradicionais na Amazônia podem se tornar uma estratégia complementar de contenção do desmatamento no Brasil. Com esse objetivo, a Conservação Estratégica vem apoiando atividades de baixo impacto e manejadas na região amazônica para que se tornem negócios sustentáveis também sob a perspectiva econômica.

Nesse sentido, foram desenvolvidos três planos de negócio para duas comunidades indígenas, Paumari (Tapauá-AM) e Paiter Suruí (Cacoal-RO) e uma ribeirinha da Reserva Extrativista do Rio Ituxi (Lábrea-AM). Os negócios apoiados foram de manejo de pesca de pirarucu, castanha-do-brasil e madeira, respectivamente. No processo de elaboração dos planos, a CSF contribuiu para que os conhecimentos tradicionais e científicos sobre o uso sustentável de recursos naturais fossem aliados às estratégias de associativismo e de comercialização para alcançar maiores ganhos econômicos. Além do planejamento, durante o processo, as comunidades foram capacitadas em manejo, associativismo e orientadas para a implementação do negócio. Este trabalho ocorreu no âmbito do Projeto Conservação da Biodiversidade em Terras Públicas na Amazônia Brasileira, financiado pela USAID e as Fundações Skoll e Avina.

Entre os negócios, um deles já alcançou bons resultados no primeiro ano de operação. A pesca manejada de Pirarucu realizada pelo povo indígena Paumari, ocorreu em setembro de 2013. Foram capturados 50 peixes que somaram mais de 3.500 kg de pirarucu. O que gerou uma renda de R$ 18.000 para os envolvidos na pesca. A atuação da CSF foi chave para analisar a viabilidade da pesca manejada em cenários com diferentes estratégias de comercialização. Este negócio está embasado em cinco anos de reserva de lagos, de monitoramento dos estoques de pirarucu , em capacitações em manejo de pesca e associativismo realizados com o apoio da OPAN (Operação Amazônia Nativa) e do IPI (Instituto Piagaçu).

Ainda são grandes os desafios para promover negócios sustentáveis na Amazônia. A CSF, por meio de seu trabalho, espera contribuir para que cada vez mais casos de sucesso como este possam ser difundidos em maior escala na região amazônica.