Idioma:

Blog

Uma viagem para o Salgado Paraense, o maior contínuo de manguezal do mundo

CSF GEF Mangues ParáGuarás (Eudocimus ruber) em uma árvore de mangue.

Durante a primeira quinzena de maio de 2016, parte da equipe da CSF Brasil esteve na região do Salgado Paraense, localizada no litoral norte do estado do Pará, em busca de importantes informações que irão contribui para o desenvolvimento do projeto sobre a sustentabilidade dos manguezais. Este busca sensibilizar governo e sociedade sobre os benefícios que estes ecossistemas provém, enquanto traz recomendações sobre instrumentos econômicos que poderiam ser utilizados para promover a sustentabilidade financeira de áreas protegidas que apresentam manguezais em sua área.

CSF GEF Mangues ParáBarco de pesca tradicional de áreas de manguezal.

Considerado o maior contínuo de manguezais do mundo, o Salgado Paraense apresenta grande parte do seu território destinado ao uso sustentável de seus recursos naturais, através de Reservas Extrativistas federais (RESEXs). Esta é uma importante área de proteção do ecossistema de manguezal e de provimento de diversos benefícios para populações locais e regionais, e também para a sociedade como um todo. Numa perspectiva local, os manguezais são áreas muito importantes para a manutenção das linhas costeiras e moderação de eventos extremos, como fortes ventanias. Por outro lado, numa perspectiva global, os manguezais apresentam grande relevância no sequestro de carbono.

CSF GEF Mangues ParáPlaca de entrada da RESEX Marinha de Soure (uma categoria de áreas protegidas brasileiras).

As reuniões entre a CSF e atores-chave foram conduzidas em Belém e nas RESEXs Soure e de Caeté-Taperaçú, com gestores e experts das áreas de pesca, ecologia de manguezais e uso sustentável dos seus recursos do Instituto Peabiru, Universidade Federal do Pará (UFPA) e Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA). Também tiveram encontros com funcionários de secretarias, tais como a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, Secretaria do Meio Ambiente de Bragança, Secretaria Estadual de Turismo do Pará, além de líderes locais.

CSF GEF Mangues Pará Uma passarela para andar por dentro da área de manguezal em Soure.

Este projeto é uma colaboração com o ICMBio e Funbio no contexto do escopo do programa GEF Mangues em parceria com o PNUD.

Para saber mais sobre o projeto veja aqui.

Fotos: Camila Jericó-Daminello.