Idioma:

Blog

Curso para The Nature Conservancy (TNC) no Brasil

PhotosTNCCourse2017As equipes da TNC e CSF se juntaram para o curso em São Paulo. Crédito de fotografia: Marion Le Failler

Em julho de 2016, Antonio Werneck, Diretor Executivo da TNC-Brasil, participou do nosso curso internacional de duas semanas de Ferramentas Econômicas para a Conservação na Universidade da Califórnia (UC) Berkeley, nos Estados Unidos. Depois desta vivência, Antonio pensou, "existe uma grande falta de treinamento dos ambientalistas, economistas e empresários. Este gargalo deve ser superado para que as variáveis socioambientais possam ser integralmente consideradas no processo de tomada de decisão. A CSF fornece uma ponte para que os profissionais da área ambiental se envolvam em um diálogo de maior qualidade e ajudem a fomentar discussões e decisões melhor informadas."

PhotosTNCCourse2017Antonio Werneck e outros estudando no curso internacional de Ferramentas Econômicas para a Conservação de 2016 na UC Berkeley. Crédito da fotografia: Niki Gribi.

Visando preencher esta lacuna e desenvolver a capacidade de uso de ferramentas econômicas de seus funcionários, Antonio trabalhou conosco na elaboração de um curso personalizado para a equipe da TNC. Após um ano, em agosto, a CSF conduziu o curso de cinco dias de Ferramentas Econômicas e Estratégias de Comunicação para a Conservação em São Paulo, Brasil.
Vinte e quatro membros da equipe da TNC estiveram presentes. A maioria era do Brasil, os outros vieram da Argentina, Colômbia, México e Inglaterra. Os participantes trabalham em todos os setores da ONG, da parte de coordenação de programas ao marketing, até à finança.

O objetivo foi de ensinar para quadro sênior de funcionários da TNC os conceitos básicos da economia e ferramentas-chave para avaliação financeira e econômica de projetos. Também explicamos formas estratégicas de adaptação da comunicação ao público-alvo, visando uma maior influência nos processos de tomada de decisão, e a obtenção da melhor resposta possível por parte dos atores envolvidos em questões ambientais.

PhotosTNCCourse2017
Kim Bonine (CSF) conduzindo um exercício durante o curso. Crédito de fotografia: Marion Le Failler

O professor David Johnson, da Universidade Wisconsin-Madison nos EUA, passou os dois primeiros dias do curso mostrando mod elos básicos de microeconomia, e o que sobressai sobre o comportamento humano. Foi demonstrado como forças econômicas geram problemas ambientais, assim como falhas de mercado e externalidades estão relacionadas aos direitos de propriedade. Também foi feito um jogo experimental, no qual os participantes, simulando transações de mercado, atingiram o preço de equilíbrio.

PhotosTNCCourse2017Alunos do curso participando do “jogo das batatas”, comprando e vendendo batatas para entender melhor as forças de mercado. Crédito de fotografia: Niki Gribi

Nos dois dias seguintes, Kim Bonine, Diretora de Treinamentos da CSF, deu aula sobre Análises de Custo Benefício (ACB), incluindo temas como serviços ecossistêmicos, valoração econômica dos mesmos e pagamento por serviços ambientais (PSA). Kim destacou diversos exemplos nos quais uma ACB integrando os aspectos econômicos e ambientais influenciou decisões e contribuiu de forma positiva para a conservação. Os participantes também tiveram a chance de colocar em prática os conhecimentos adquiridos em uma série de exercícios práticos.

Niki Gribi, Marion Le Failler e Pedro Gasparinetti, da CSF, apresentaram os resultados do nosso estudo na bacia do rio Tapajós, no Pará. Estas apresentações provocaram ampla discussão, já que a TNC está trabalhando ativamente na região e muitos na sala estavam familiarizados com os projetos de construção de hidrelétricas locais.

PhotosTNCCourse2017Pedro Gasparinetti, Diretor Interino da CSF-Brasil, apresentando o estudo do Tapajós. Crédito de fotografia: Niki Gribi

A comunicação estratégica foi o foco do último dia. Os alunos formaram grupos, realizaram uma ACB de um caso fictício e apresentaram seus resultados para diferentes audiências, tais como comunidade local, governo, mídia ou um banco de desenvolvimento. Para que o exercício pareça mais realista, os membros da CSF atuaram adotando possíveis atitudes de representantes destes setores. Após as apresentações, Kim trouxe comentários específicos para cada grupo e várias estruturas de comunicação para ajudá-los a adaptar suas mensagens aos diferentes públicos-alvos.

PhotosTNCCourse2017Alunos fazendo o exercício de ACB em grupo. Crédito de fotografia: Niki Gribi

Depoimentos sobre a experiência dos participantes durante o curso:

"Este curso me ajudará a marcar meu ponto com as empresas, acrescentando o argumento econômico na minha fala não só tocará seus corações, mas também seus bolsos".
- Participante Anônimo

"Vou ter uma compreensão mais aprofundada das análises econômicas e financeiras publicadas pela TNC e seus parceiros, o que me ajudará a comunicar nossos pontos de vista de forma mais eficiente".
- Peri Dias, Relações Públicas & Gerente de Mídia, Brasil

"Este curso fornece informações que encorajam o desenvolvimento sustentável de maneira apropriada".
- Alejandro Hernandez, Diretor de Programa, México

"A TNC precisa comunicar com uma grande audiência e ser capaz de entender os interesses de outros grupos, e o aspecto econômico é importante e não pode ser ignorado".
- Participante Anônimo

"Agora meu repertório está amplo, como um tipo de menu onde é possível mudar e se adaptar à cada situação específica, apenas agora com mais músculos na visão econômica. Estou melhor preparado para debater e dialogar, e trabalhar com o setor privado e governos ".
- Samuel Barreto, Gerente Nacional de Água, Brasil

Gostaríamos de agradecer pela parceria da The Nature Conservancy, e pela dedicação, inteligência e perseverança de todos os participantes, e um agradecimento especial ao Antonio Werneck por sua determinação em tornar este curso realidade.